sexta-feira, janeiro 04, 2008

Jornadas de Promoção do Interior por parte de Privados


Ano Novo, novas abordagens, pelo menos assim espero, para além de expor a minha opinião a respeito deste mundo geográfico que é o planeta Terra, apresento agora e ao longo de todo o ano, formas de investimento privado em regiões deprimidas.
Sendo filho de Beirões e apesar de ter nascido virado para o mar, sempre tive um profundo respeito pelo mundo rural português.

Com estas Jornadas a respeito do investimento privado no interior, espero obter e promover boas iniciativas de investimento em zonas deprimidas do nosso país e demonstrar que nestas regiões quando se investe em projectos dinâmicos e inovadores nestas regiões elas podem criar empregos, e gerar riqueza.

Estas jornadas servem acima de tudo para contrariar o eterno derrotismo bacoco que muitas das vezes só é contrariado pelo poder central ao nível de infra - estruturas, básicas, e mesmo essas muitas vezes são usurpadas por esse poder central.

Investir nestas áreas de forma sustentada, é sempre uma mais valia para a estrutura sócio - económica portuguesa.

Procurarei sempre demonstrar ideias que foram praticadas por privados, porque acredito que o desenvolvimento do nosso país têm de passar por uma politica e uma mentalidade que não se apoie no estado nos bons e maus momentos, e que reclame deste todas as iniciativas e subsídios quando existem práticas de má gestão.

No entanto o papel do estado deve ser regulador, e não impositor e portador de asfixia económica.

Para terminar conto com as vossas criticas e sugestões.

1 comentário:

al cardoso disse...

Essa e precisamente a minha opiniao. Ao estado seja central ou local, compete facilitar e incentivar a criacao de empresas que gerem trabalhos e riqueza e nao substitui-se e elas, sendo o empregador-mor!
Continuo a fazer uma forca enorme para que os seus projectos sejam uma realidade na nossa Beira deprimida.

Um abraco de amizade do d'Algodres