quarta-feira, março 30, 2011

Sanguessugas Portuguesas!


A velocidade actual em que ocorrem as mudanças estruturais em Portugal tem me surpreendido se por um lado, o governo caiu por ter sido vitima de uma situação económica insustentável, causada por um total desrespeito pelos portugueses. Por outro lado a própria oposição está com sede de poder, alegando que o PEC IV iria degradar ainda mais o nível de vida dos portugueses. No entanto já admitiu que vai provavelmente aumentar impostos e privatizar algumas instituições do estado.
O medo do FMI, devido à escalada das taxas de juros, que temos de pagar para obter financiamento exterior, não pára de aumentar, uns dias fala se em retirar o subsidio de natal, outros no subsidio de férias, enfim especula – se enche - se jornais com especulações opiniões por parte de pessoas dos diferentes sectores.
No entanto, falta explicar o principal, as reais dimensões do compadrio, interesses instalados e lobbies que estão por detrás disto tudo, como começaram? A onde começaram? Quem controlou e manipulou? De que forma foi gerido os chamados fundos comunitários? Quais as clausulas e os compromissos que assinamos a nível internacional? Tudo isto importa reter, e procurar os verdadeiros responsáveis que nos fizeram chegar a este estado de coisas...
Bem sei que muitos dos meus conterrâneos se sujeitam a tudo o que lhes dão se calhar furto das carências de um sistema educativo que nunca soube nos educar a pensar, talvez seja aí que resida o nosso maior problema.
NÓS NÃO SABEMOS PENSAR...
Esta lacuna muito grave proveniente da nossa cultura educacional, é a principal combustão que dá liberdade às elites politicas do nosso pais de nos (des) governarem a seu belo prazer, sem se importarem com o prejuízo que afligem a quem os elegeu democraticamente, e acredita nesta corja de sanguessugas.

1 comentário:

al cardoso disse...

Eu francamente ja ha muito tempo que nao acredito, e como o amigo escreveu temos razoes para isso!

Um abraco de amizade dalgodrense.